21 de mar de 2013

Semana da saúde: Palestra sobre Gravidez na Adolescência




 
Tema: Gravidez na adolescência
Palestrante: Carla Candice Freitas
Local: Escola Municipal Dinarte Mariz
Hora: 14:00 h
Data: 21/03/2013


A concepção de uma criança é uma das mais importantes heranças humanas. Um bebê não representa simplesmente um novo membro, de fofura e graça para desfilar o orgulho da vida. Representa mudança, construção de caráter e determinante melhora no tratamento pessoal. Cuidar de uma criança significa olhar para si mesmo e para o outro. Uma experiência que para ser gratificante é preciso evitar uma educação relegada somente aos vizinhos, a escola, e priorizar a nossa casa, a instituição primordial da vida.

Expressar sua experiência de vida, mostrar os prós e os contras e acontecimentos de um relacionamento, norteia o jovem a não tomar atitudes impensadas. Sexo não é tabu e precisa ser tratado com franqueza na família.

As meninas precisam de um cuidado especial, pois elas são as maiores vítimas da desinformação, muitas vezes tendo de subentender fatos sem realmente entender como funcionam os métodos anticoncepcionais. Métodos contraceptivos existem muitos, por isso, é importante que as mulheres tenham sempre a orientação de um médico antes de optar por um, até porque a escolha do método vai depender da saúde da paciente, da idade e até mesmo do parceiro.

Por exemplo, para a mulher que esquece de tomar a pílula com frequência, uma boa opção é a injeção anticoncepcional, que é aplicada no músculo e pode ser mensal ou trimestral. De acordo com os médicos, além de proteger a mulher da gravidez, os injetáveis diminuem a intensidade das cólicas menstruais, previnem anemia e podem ser usados da adolescência à menopausa, sem pausas. Porém, esses contraceptivos podem causar retenção de líquido, aumentar as varizes e diminuir a libido da mulher.

Conheça os métodos contraceptivos:












E se o bebê vier?


Após a notícia bombástica de que um neto está a caminho, é muito comum os pais dos jovens "grávidos" se desesperarem por não acharem os filhos capazes de cuidar, emocional e financeiramente, do bebê a caminho. Até certo ponto, faz sentido. No entanto, os avós devem resistir ao ímpeto de se responsabilizar, desde cedo, por todos os cuidados com a criança.

Se começarem a resolver tudo pelos adolescentes, estarão impedindo-os de aprender e amadurecer com a experiência. "A primeira coisa que eu sugiro aos avós é buscar uma visão positiva da situação, já que não há mais como remediar. Isso facilita na tomada de decisões, pois todos estarão mais equilibrados", afirma a psicoterapeuta Thaís Petroff Garcia, da ABPC (Associação Brasileira de Psicoterapia Cognitiva).

Replanejar a rotina com os futuros pais é uma medida importante, mais do que recriminá-los ou mesmo tentar puni-los pelo ocorrido. "Os pais devem questionar o que os dois adolescentes acham que deve ser mudado a partir de agora para se prepararem para a chegada do bebê e o que precisará ser alterado, na rotina dos dois e do resto da família, depois que a criança nascer. Podem dar opiniões e orientar, mas devem ter em mente que as decisões são sempre do casal."

Os núcleos familiares dos futuros pais devem fazer um esforço de aproximação. Afinal, a criança que vai nascer será para sempre um elo entre eles. "Se as duas famílias estiverem juntas, haverá uma base mais sólida para se enfrentar todos os desafios que surgirem. É saudável que se mobilizem para facilitar a vida do jovem casal tanto quanto possível", declara o psicoterapeuta Oswaldo Martins Rodrigues Junior, diretor do Inpasex (Instituto Paulista de Sexualidade).

Fonte e imagens: G1
                            Mulher Uol
          

20 de mar de 2013

Início da Semana da Saúde


Tema: Saúde na Escola
Sub-tema: Cuidando de mim, cuidando de nós.
Data: 20/03/2013
Horário: 08:00
Local: Escola Municipal Dinarte Mariz








A escola pública a cada dia se distancia do objetivo de transformar, para funcionar dentro de um burocrático sistema já estabelecido. A publicidade educacional, seja ela na TV ou na escola é ineficaz se a pratica não for igualmente importante. Portanto, alimentação e esporte devem reduzir a valorização dos eletrônicos, cada vez mais atrativos e fáceis nesta geração de excessos em consumo.


Abertura
  • Sala 1 - Palestra: Alimentação Saudável - Profª Solange.
  • Sala 2 - Movimentos do Corpo e Brinquedos Cantados - Amanda Tavares - Estagiária de Ed. Física.
  • Sala 3 - Atividades Recreativas - Tiago Fernandes Estagiário de Ed. Física.
  • Sala 4 - Palestra: Higiene Corporal - Profª Cleide.
  • Sala 5 - Atividades Físicas - Pular cordas - Profª Jaciara.
  • Pátio Coberto - Manuseio de frutas - Preparação de salada de frutas e degustação.






15 de mar de 2013

Mini Sarau Literário - Dia da Poesia

Data: 15/03/2013
Horário: 09:00h
Local: Escola Municipal Dinarte Mariz
Público Alvo: Alunos do Infantil ao 5º Ano
Responsáveis: Direção, Supervisão e Professores




O mini sarau promove a interação das crianças, com a criação de poesias próprias, e a leitura de trechos de poetas consagrados. Porque apresentar poesias para crianças? Incentivar o senso crítico e criativo sobre o mundo, é fundamental para qualquer um. A juventude, uma fase de sublimes descobertas, não só merece como deve ter seus principais desejos e anseios expressos, assim aprimorando leitura e escrita.



Fonte: ocponline
           portalctb

13 de mar de 2013

Palestra Dia da Poesia

Com a finalidade de mostrar a poesia no cotidiano escolar e divulgar o dia da poesia na escola, enfocando a poesia popular mossoroense, Genildo Costa (Presidente da POEMA (poetas e prosadores de Mossoró) e Caio César (Editor da fundação Vinght-Un Rosado) realizaram uma palestra para toda comunidade escolar.


11 de mar de 2013

CF 2013: Palestra sobre Fraternidade e Juventude



Palestrantes: Benedita Mesquita da Silva e Edna Góis Bay
Tema: Fraternidade e Juventude
Lema: Eis-me aqui, envia-me (Is 6,8)
Local: Escola Municipal Dinarte Mariz
Hora: 14:00 h
Data: 11/03/2013


Evangelizar, hoje, é uma via de mão dupla. Para iniciar a semana a Pastoral da Família apresenta uma palestra sobre a necessidade de compreensão da realidade dos jovens, para acolhe-los com a riqueza de suas diversidades. Saem de cena os “públicos” ou “destinatários”, e entram os “interlocutores”. Os interlocutores da evangelização são pessoas que, numa relação dialogal, se enriquecem pela troca de experiências. Portanto, “escutando e compreendendo os gritos e clamores dos jovens, a Igreja é chamada não somente a evangelizar, mas também a ser evangelizada na atualidade”. Torna-se imprescindível, cada vez mais, caminhar com os jovens e refazer com eles a experiência de Jesus. Na prática, isso significa que “nas atividades pastorais com a juventude, faz-se necessário oferecer canais de participação e envolvimento nas decisões, que possibilitem uma experiência autêntica de corresponsabilidade, de diálogo, de escuta e o envolvimento no processo de renovação contínua da Igreja. Trata-se de valorizar a participação dos jovens nos conselhos, reuniões de grupo, assembleias, equipes, processo de avaliação e planejamento”.


9 de mar de 2013

Palestra sobre cuidados com a voz



Tema: Técnica para Uso Correto da Voz em Sala de Aula
Palestrante: Moisés Alburquerque - Jornalista
Local: Escola Municipal Dinarte Mariz
Hora: 07:30 às 11:30
Data: 09/03/2013

Somos acostumados a usar nossa voz sem o cuidado necessário com sua preservação. Moisés Alburquerque, jornalista da TCM, estendeu seu conhecimento sobre hábitos para orientar professores, supervisores e gestores sobre o uso correto da nossa fala. A precaução e atenuamento de doenças precisa ser o foco de todo profissional ao usar extensivamente a voz como meio de comunicação.


Entenda como a voz é produzida:

 






Aquecimento vocal:

 


Antes de tudo é importante saber a diferença de gritar e falar. Constantemente o ato de falar alto é confundido com falar num tom audível. Gritar não só é exagero, como aumenta as tensões diárias que acumulamos. Não alivia e nem ameniza os problemas. Por isso, o bom uso da voz passa pela forma como você a treina para resistir a longos períodos de uso, com exercícios de dicção.

No dia a dia:

 

Alongue o corpo, pescoço, ombros, mas tudo levemente, pra não se machucar ou tensionar o corpo. Beber água em temperatura normal (nem quente e nem fria) é essencial para manter a garganta molhada e não dar prejudicar as cordas vocais. O ar condicionado também causa o ressecamento da garganta e do corpo, portanto beba água durante todo o tempo que estiver exposto.

Fonte das imagens: G1
                                 

8 de mar de 2013

Comemoração do Dia da Mulher

Em qualquer idade,sinta-se mulher.

O Dia Internacional da Mulher, celebrado em 8 de março, tem como origem as manifestações das mulheres russas por melhores condições de vida e trabalho e contra a entrada da Rússia czarista na Primeira Guerra Mundial. Essas manifestações marcaram o início da Revolução de 1917. Entretanto a ideia de celebrar um dia da mulher já havia surgido desde os primeiros anos do século XX, nos Estados Unidos e na Europa, no contexto das lutas de mulheres por melhores condições de vida e trabalho, bem como pelo direito de voto.

Na atualidade, a celebração do Dia Internacional da Mulher perdeu parcialmente o seu sentido original, adquirindo um caráter festivo e comercial. Contudo, lembrar da forma como as mulheres estão transformando a sociedade, é destacar sua indispensável parcela de responsabilidade pela flexibilidade nas grandes corporações, no lar e outros segmentos do dia a dia. A mulher, tende a ser mais preocupada com o consenso, corre menos riscos financeiros e mais riscos pessoais. 

Por isso cuidar das nossas mães, irmãs, e filhas é exercitar o diálogo. Romper as ultrapassadas barreiras sexistas, melhora as relações que temos uns com os outros. E isso vale tanto para homens quanto para mulheres.

Feliz Dia Internacional da Mulher!






6 de mar de 2013

Palestra sobre a Dengue

Tema: Combatendo a Dengue
Palestrante: Jaílson Martins de Souza
Local: Escola Municipal Dinarte Mariz
Hora: 14:00h
Data: 06/03/2013


A Dengue, um inimigo tão antigo quanto persistente, reside nos domicílios por uma questão cultural e as vezes ousada de não praticar a prevenção. Dos bairros periféricos aos mais abastados, a rejeição a visita de agentes de saúde prejudica campanhas imensas e desperdiça dinheiro público. Oferecemos agora, informação, colaborando com o material apresentado na palestra realizada hoje por Jaílson Martins de Souza, professor de Ciências da Escola Municipal Dinarte Mariz.

Aprenda a reconhecer a dengue




A pior situação, segundo o governo, ocorre em Mato Grosso do Sul. Enquanto em todo o país a incidência de casos é de 105,5 para cada grupo de 100 mil habitantes, no começo deste ano no estado a taxa subiu para 1.677,2 casos a cada 100 mil habitantes. "A mensagem principal é de alerta. É verão e a transmissão ocorre em todos os estados. Temos que redobrar a atenção", disse Jarbas Barbosa, secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde.








Prevenção



A responsabilidade na nossa casa e no nosso bairro é essencial para a saúde de toda a população. Para tanto, orientamos:
  • Nunca deixe cisternas, caixas d'água, baldes ou outros recipientes que guardam água descobertos.
  • Pneus, garrafas quebradas, pedaços de bacias e qualquer coisa abandonada que possa armazenar água parada, deve ser imediatamente removida, com destino correto, como o lixo reciclado.
  • Nunca crie ou conserve larvas do mosquito da dengue em casa.
  • Trocar a água não descarta as larvas! Para eliminar as larvas e os mosquitos, utilize um inseticida natural: a borra de café. Coloque em jardins e hortas, misture na terra dos vasos e coloque nos recipientes que normalmente acumulam água. Ao ingerir o extrato da borra, a larva e o mosquito ficam intoxicados, matando-os. Mas não se esqueça, a borra de café deve ser renovada de sete em sete dias.
  • Coloque sempre desinfetante nos ralos exteriores e interiores pouco utilizados.
  • As piscinas devem ter tratamento de água com cloro (sempre na quantidade recomendada).
  • Piscinas não utilizadas devem ser desativadas (retirar toda água) e permanecer sempre secas.
  • Evite cultivar plantas aquáticas.
  • Troque diariamente a água dos bebedouros dos seus animais e lave, também diariamente, os recipientes.
  • Sempre que observar alguma situação que você não possa resolver, avise imediatamente um agente público de saúde para que uma medida eficaz seja tomada.

Fontes: