29 de mai de 2013

Dia das Mães


Tema: Cuidados diários e permanentes com os filhos
Data: 29/05/2013
Horário: De 08:00 às 11:00 e de 17:00 às 21:00h
Local: Escola Municipal Dinarte Mariz


Existem mitos e existem verdades sobre a educação dos nossos filhos. E os mitos precisam ser combatidos com o bom senso. As verdades devem ser reforçadas com instrução. Colaborando com um dia tão especial, nossa escola quer ajudar as mães a entender melhor seu papel, como mulher, como educadora, como ser humano. Por isso, nos acompanhe sobre os principais desafios, os quais respeitamos e agradecemos, no papel de mãe.



1º Dizer não, não faz mal


Estamos mais e mais relegando responsabilidade a estranhos, sob algo que nos pertence e é nossa herança. Nossos filhos precisam de liberdade, mas também precisam de regras. Essas regras se aplicam, principalmente, como nos comunicamos com eles, e se sabemos dar razão ao sim e ao não nas horas corretas. Não podemos deixar que a personalidade de uma pessoa infle e detenha todo direito numa casa. Por isso, o nosso coração precisa estar aberto, e esclarecer as responsabilidades que temos com nossos pequenos. Até na hora de negar para alcançar o bem mútuo entre mãe e filhos.

2º Acredite naquilo que acredita


A mulher muitas vezes está ligada ao relacionamento conjugal de forma dependente. Evita constantemente não confrontar (diferente de afrontar, algo nocivo para qualquer casal) e simplesmente aceitar, as condições que lhe foram impostas em decorrência dos anos ou dos acontecimentos do relacionamento. Esteja sempre consciente, que não existe uma verdade para tudo. O que existe é uma adequação a cada situação mesmo que adequar não signifique sempre consentir. Por isso, mudar, reinventar-se, admirar a si mesma e aqueles que gostam de você é importante para sua realização pessoal. Se em algum momento perceber que isso não é suficiente, sorria, pois você não é uma pessoa conformada.

3º Aceitar sua idade, não é sentir-se menosprezada


Envelhecer com saúde, é a melhor das recompensas. Saúde garante tudo que desejamos, pois tudo que aprendemos é bônus de uma vida bem cuidada. Portanto não se importe em sentir que está mais madura, mas, que simplesmente pode aprender melhor como melhorar o que já possuí. A aparência, o ponto onde quero chegar, significa bastante na vida profissional e afetiva, porém não é o essencial. É importante definir o que é indispensável para você, para não arcar com as consequências de decisões impensadas. Dietas milagrosas, refeições fora de hora ou trocadas por lanches, definem o funcionamento do seu organismo, que pode definhar a cada dia mal organizado. Se sua aparência é importante, reflita os pontos positivos dessa atenção consigo. Quando definir que almeja isso, se socialize, firme sua opinião e não deixe de demonstrar sua felicidade. Sentir-se bem significa aceitar que algumas responsabilidades a tornam uma mulher mais feliz.

4º Consciência escolar


O insucesso dos filhos nos estudos, não é culpa somente da escola. Ao vivermos em sociedade, refletimos nossos atos para todo lado, causando resultados bons ou maus. E os filhos são parte do que ensinamos, limitamos ou adequamos, para serem bons cidadãos. Instrumento de transformação, todos nós somos, e a escola só funciona se país e responsáveis colaborarem, não atendendo todo capricho e desejo dos seus primogênitos. Do mesmo modo, só exija da escola aquilo que já prática em casa.


5º Sempre vá ao médico


Esteja em dia com exames e cuidados gerais da sua saúde. A saúde da família é a saúde de cada um. Não são raros os casos de pessoas entrarem em alguma crise emocional ou de saúde se alguém próximo a nós não está bem. Portanto, faça o máximo por si e por quem ama. Não despreze problemas sérios, com as desculpas clássicas "Médico só quer meu dinheiro" ou "Eu tenho um remédio melhor". Se não tem com que pagar procure o posto de saúde. Tente esclarecer o maior número de dúvidas possível. Lembre-se: para toda auto medicação, o risco de doenças piores aumenta. Jamais aceite remédios em farmácias sem prescrição médica e não siga dicas de amigos ou parentes, sem saber com um profissional se aquilo realmente faz bem.

Dicas de beleza:


- Hidratação


A água é um elemento fundamental na nossa vida. Ela limpa várias impurezas acumuladas nos nossos orgãos internos. Se quer ter uma pele limpa e bem cuidada, ingira muita água. Não se acanhe se precisar usar o banheiro. 

- Cabelo


Tinturas e tratamentos urgentes no cabelo, como escovas e pranchas constantes não são recomendados. Mesmo com a eliminação gradual da química nas formulas dos tingimentos capilares, e a proibição de determinadas substâncias, os compostos ainda são muito agressivos. Se tingir, hidrate o cabelo sempre e aprimore seus hábitos alimentares, com alimentos menos pesados, inserindo mais verduras, frutas e outros alimentos naturais nas suas refeições para colaborar com o funcionamento do corpo. Jamais tinga os fios se estiver grávida pois, existe risco de má formação.

- Maquiagem


Eliminar a maquiagem é um processo rápido, que não dura 10 minutos, e é importante para desobstruir os poros deixando a pele respirar. Dormir com o rosto maquiado pode deixar a pele mais oleosa, tanto é que existe um tipo de acne, conhecida como acne cosmética, causada pelo entupimento dos poros, devido ao uso regular de produtos oleosos. “Isso acontece principalmente por causa da base e do pó compacto que são os produtos que mais ficam acumulados nos poros e, com o tempo, levam ao aparecimento de cravos, espinhas e milia (um tipo de cravo). Além disso, as máscaras para cílios podem ressecar os fios e quebra-los” , explica a dermatologista Paula Penna, de São Paulo.


  • Procure sempre por produtos descritos como hipoalergênicos, essa característica (comunicada no rótulo) evita irritação e alergias
  • As versões à base de água, como loções aquosas ou géis, são indicadas para a remoção de produtos leves como pós e sombras
  • Para retirar os produtos à prova d’água como máscaras para cílios, lápis resistentes e batons de longa duração o ideal são os demaquilantes bifásicos, compostos por água e óleo
  • Existem ainda os demaquilantes à base de silicone, que removem os produtos mais pesados sem deixar a pele oleosa
  • As espumas de limpeza, aplicadas diretamente sobre o rosto úmido, são fáceis de usar e favorecem a absorção dos princípios ativos da fórmula. Sua textura não deixa a pele pegajosa, pelo contrário, proporciona maciez, frescor e bem-estar
  • Os lenços umedecidos, além de práticos, têm a propriedade de auxiliar na limpeza e remoção de resíduos na pele. Trazem frescor, hidratação e suavidade




Fonte: Mulher Uol
          Guia do Bebê

23 de mai de 2013

Inclusão das novas tecnologias na Escola e na Igreja


Palestrantes: Djanira Alves Fernandes, Paloma Luíza, Rita Simão da Silva
                       Membros da 2ª Igreja Batista de Mossoró

Local: Escola Municipal Dinarte Mariz
Hora: 14:00h
Data: 23/05/2013


Para entender que o uso das novas tecnologias no dia a dia nos beneficia de forma positiva, tratemos sobre os bons e maus pontos da era da informação.

As tecnologias móveis propiciaram o uso abrangente do conhecimento, facilitando o aprendizado, entretenimento, ajudando a construir novas amizades e contatos profissionais. Mesmo que governos ainda não administrem de modo consciente e ético, a internet representa uma ligação imediata com o que ocorre em quase todo o mundo, de forma mais rápida em relação aos meios tradicionais de comunicação como rádio e TV.

Para se ter noção da amplitude, redes sociais como Facebook são usadas para marcar eventos familiares, grandes movimentações em caráter de protesto e difundir idéias interessantes mesmo em meio a um oceano de futilidades.

As várias religiões do globo, tratam hoje de um retrocesso não acompanhar essas transformações das relações humanas.

Nas Igrejas Protestantes, o uso das tecnologias já é bem difundido. Cada Igreja possuí site, blog ou alguma fanpage nas redes sociais. Divulgar eventos e propostas se torna decisivo na missão de disseminar o Evangelho.

O papa Francisco fala que "O panorama comunicativo converteu-se pouco a pouco, para muitos, em um ambiente vital, uma rede onde as pessoas se comunicam e ampliam os horizontes dos seus contatos e relações".

O pontífice ressaltou que a Igreja Católica deve assumir como papel no mundo da comunicação, por meio do diálogo "com os homens e as mulheres de hoje, para compreender as suas expectativas, as suas dúvidas e esperanças". "Na atual era da globalização, estamos assistindo ao aumento da desorientação, da dificuldade para trabalhar relações profundas", disse.

Francisco disse que, por isso, é importante que a Igreja Católica saiba dialogar, "entrando também nos ambientes criados pelas novas tecnologias, nas redes sociais, para tornar visível" a sua presença.

O advento e a popularização da comunicação de massa no século XIX - com jornais e livros - e no século XX - cinema, rádio e TV - ofuscaram os modelos sociais de distribuição de informação que haviam prevalecido durante séculos.

'As pessoas passaram a obter informações das mídias de massa e não mais de seus amigos, em um processo de mão única, sem interação', diz Tom Standage, autor do livro "Writing on the Wall - Social Media, The first 2.000 Years" (Escrevendo no Mural - Mídias Sociais, Os primeiros 2 mil anos, em tradução livre), afirma que redes sociais como o Facebook e Twitter podem ser as últimas encarnações de uma prática que começou por volta do ano 51 a.C, na Roma Antiga.

Segundo Standage, Marco Túlio Cícero, filósofo e político romano, teria sido, junto com outros membros da elite romana, precursor do uso de redes sociais.

'Tablet de cera' usado na Roma Antiga
O autor relata como Cícero usava um escravo, que posteriormente tornou-se seu escriba, para redigir mensagens em rolos de papiro que eram enviados a uma espécie de rede de contatos.

Estas pessoas, por sua vez, copiavam seu texto, acrescentavam seus próprios comentários e repassavam adiante.

Na última década, a internet abriu caminho para o renascimento das plataformas sociais de comunicação que, para o autor, se tornaram tão eficientes que passaram a competir com as mídias de massa.

Agora o grande desafio das grandes organizações de mídia é gerar conteúdo de mão dupla, porque já sabem que o de mão única foi uma anomalia histórica que não funciona mais'.

Para Standage, sua obra reflete que o ser humano, independentemente da época em que vive, nutre o desejo profundo de se conectar e compartilhar ideias e impressões com outras pessoas.

'Este desejo é construído nos nossos cérebros. A tecnologia vai e vem, mas a natureza humana continua a mesma'.

Fonte:  G1
           Terra
         
          

22 de mai de 2013

Oficina de Flores

Tema: Flores para Mamãe
Data: 22/05/2013
Horário: 17:00h
Local: Escola Municipal Dinarte Mariz

Apresentamos aos professores o conhecimento para novas práticas manuais, para que eles passassem aos seus alunos, e criar flores em papel sulfite, margaridas, bico de papagaio, crisântemo, dentre outras.

17 de mai de 2013

Dia Nacional de Combate ao Abuso e a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes

Tema: Não desvie o olhar. Fique atento. Denuncie.
Palestrantes: Franklin Holanda e Kleber Felix de Morais -
                      Agentes de proteção pública/ Vara da Infância do Judiciário
Local: Escola Municipal Dinarte Mariz
Hora: 14:00 h
Data: 17/05/2013

A proteção e o refúgio está nas coisas e pessoas que gostamos. Entretanto, quando não temos quem nos ame, na infância e na adolescência, continuamos com a necessidade por respostas, naturais do ser humano, sejam de onde vierem ou de quem. Por isso, a comunidade precisa proteger um patrimônio sem medida, a nossa juventude, dos aliciadores e exploradores do sexo. Uma forma melhor de entender isso, está em compreender como o problema é antigo:


He-man e os Mestres do Universo, desenho da década de 1980, já tratava o problema do abuso sexual e tantos outros com lições ao final de cada episódio, de forma a abranger conscientização. Mas e quando lições não bastam? Quando ninguém conhecido ajuda a resolver? A comunidade escolar neste Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual é recebida, para ouvir formas de tratar a questão, como envolver-se em ambientes sadios, buscando ajudar aqueles que precisam se desvencilhar de um ambiente familiar conturbado pelo abuso, mesmo que por um único período do dia. Não deixar de falar para pessoas que te respeitam, principalmente se você já for adulto e quiser expressar alguma violência na juventude. Procure um psicólogo, pois todo acompanhamento profissional é importante para superar os traumas. Os nossos males podem ser muitos, mas não suficientes para acabar com nossa vontade de viver. 




Assista o video acima, que é bastante recomendado para educadores e pessoas que desejam o bem de uma criança ou adolescente abusado ( a ) sexualmente.

Diferença entre exploração e abuso sexual


A exploração e o abuso sexual se caracterizam como violência sexual. A diferença está no fato de que na exploração sexual, há uma utilização sexual de crianças e adolescentes com fins comerciais e lucrativos. Quase sempre existe a participação de um aliciador (a), pessoa que lucra intermediando a relação entre a criança/adolescente e o usuário ou cliente. É caracterizada também pela produção de materiais pornográficos (vídeos, fotografias, filmes, sites da internet). A exploração sexual é muito freqüente em cidades turísticas, portuárias e de entroncamentos rodoviários, além de áreas de garimpos.

Estão envolvidos na exploração sexual, os usuários (clientes), aliciadores e uma rede composta de pessoas que obtêm lucros secundários com esse “comércio”, como: motoristas de táxi, caminhoneiros, donos de hotéis e boates, familiares, entre outros. Justamente por haver tantas pessoas envolvidas, torna-se difícil combater essa prática. O Estatuto da Criança e do Adolescente, Lei 8069/90, prevê no seu art. 244-A uma pena de quatro a dez anos de reclusão e multa para quem submeter criança ou adolescente à exploração sexual.

O abuso sexual é a prática de atos sexuais com crianças ou adolescentes mediante violência ou grave ameaça. O abuso pode ser caracterizado através dos crimes de estupro e atentado violento ao pudor. Ambos são considerados pela lei como hediondos e têm as penas de seis a dez anos de reclusão.

Fonte: Cedeca

Links para denúncia: Defesa Social
                  

16 de mai de 2013

Aula de Campo: Visita ao IBAMA

Tema: A Caatinga
Palestrantes: Walter Feijó de Oliveira
                      Gerente do IBAMA Regional de Mossoró-RN

Local: Escola Municipal Dinarte Mariz
Hora: 14:00h
Data: 16/05/2013

Interpretar o mundo, expressar emoções, trabalhar cooperativamente, perceber o outro, exercer a cidadania, sensibilizar-se com a vida e com a natureza são alguns dos propósitos das Aulas de Campo, que têm como principal objetivo levar o aluno a maiores possibilidades de conhecimento através da vivência. Quanto mais aulas de campo, mais surpreendente são as respostas dos alunos, que de modo alegre e espontâneo absorvem os ensinamentos e plenificam a realização profissional do educador. Promovemos nesta atividade ações que visem à valorização da Caatinga, sensibilizando a comunidade escolar sobre a importância e fragilidade desse bioma.


10 de mai de 2013

Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST)

Previna-se sempre que sair para se divertir. Use camisinha.
Tema: HPV - Causas, sintomas e tratamento

Palestrantes: Karla Kandisse Costa Freire, Fabrícia Rodrigues da Silva, Leny Irís Carvalho Sampaio
Local: Escola Municipal Dinarte Mariz
Hora: 14:00
Data: 10/05/2013

Antes de falarmos sobre doença falemos sobre prevenção. Vários métodos contraceptivos podem ser usados para evitar problemas de saúde ao namorar. Conheça alguns clicando aqui

O HPV uma dentre as várias doenças sexualmente transmissíveis, e é capaz de infectar a pele ou as mucosas e possui mais de 100 tipos. Do total, pelo menos 13 têm potencial para causar câncer. Estimativa da Organização Mundial da Saúde (OMS) aponta que 291 milhões de mulheres no mundo são portadoras do HPV, sendo que 32% estão infectadas pelos tipos 16, 18 ou ambos. No Brasil, a cada ano, 685.400 pessoas são infectadas por algum tipo do vírus. Saiba mais sobre o que é essa doença e como se prevenir abaixo:


Em relação ao câncer de colo do útero, a cada ano, 270 mil mulheres no mundo morrem por conta da doença. No Brasil, 5.160 mulheres morreram em 2011 em decorrência da doença. Para 2013, o Instituto Nacional do Câncer estima o surgimento de 17.540 novos casos.

O Ministério da Saúde anunciou que incorporará a vacina contra o papilomavírus (HPV), usada na prevenção de câncer de colo do útero. Já em 2014, meninas de 10 e 11 anos receberão as três doses necessárias para a imunização.

Conheça outras DSTs:


Sífilis secundária. 

Sífilis - Transmitida pela bactéria Treponema pallidum, é uma doença com evolução crônica (lenta)
com surgimento de lesão nos órgãos genitais e posterior aparecimento de lesões espalhadas pelo corpo. Quando generalizada, causa complicações cardiovasculares e nervosas, desencadeando nas mulheres o aborto ou o parto prematuro.


A transmissão sexual pode ser prevenida através do uso de preservativos. A transmissão através da gravidez pode ser prevenida através do diagnóstico durante o pré-natal das gestantes, que devem ser tratadas assim que estabelecido o diagnóstico.

As lesões iniciais são contagiosas e devem ser examinadas com luvas.

É importante iniciar o tratamento o mais cedo possível, porque com a progressão para a sífilis terciária, os danos causados poderão ser irreversíveis, nomeadamente no cérebro.

Gonorréia - O contágio pela bactéria Neisseria gonorrheae, provoca a inflamação da uretra (canal urinário), pode alastrar-se para outros órgãos causando complicações como: artrite, meningite e problemas cardíacos.  No parto normal, se a mãe estiver infectada, ou por contaminação indireta se, por exemplo, uma mulher usar artigos de higiene íntima de uma amiga contaminada (evento considerado raro). Há casos raros de contágio em vasos sanitários, se houver um ferimento proeminente na vulva feminina, ou no pênis e por contágio através de uso de artefatos contundentes ou agulhas infectadas. Mulheres grávidas com gonorreia correm riscos de perder o feto.

Utiliza-se a azitromicina e uma série de outros antibióticos, mas há preferência às medicações ministradas em doses únicas assistidas, ou seja, o paciente toma o remédio na frente do médico. A penicilina benzatina usada no passado já não mata mais a bactéria que gera essa doença.

Use camisinha, mesmo que o tratamento seja simples, barato e disponível gratuitamente na maioria dos postos de saúde, toda doença deve ser prevenida.

Ao não ser tratada, a gonorreia pode atingir vários órgãos. Nos homens, a infecção alcança o testículo e o epidídimo (canal que coleta e armazena os espermatozóides produzidos pelo testículo) e pode causar infertilidade. Nas mulheres, chega ao útero, às trompas e aos ovários e provoca um processo inflamatório que, além da infertilidade, é responsável por uma complicação grave, às vezes, fatal, chamada doença inflamatória da pélvis.

Tricomoníase – Causada pelo protozoário do gênero Trichomonas Donne, atinge, principalmente, o aparelho digestivo e genital, causando inflamação do canal vaginal, nas mulheres, e da uretra nos homens. É incomum, mas possível, o comprometimento mais extenso no sexo masculino.

Para evitar este tipo de doença, deve-se melhorar as condições higiênicas, usar preservativos no ato sexual e evitar usar roupas que não sejam de uso próprio. Qualquer corrimento anormal que apareça é importante consultar um médico que fará os exames necessários para diagnosticar a doença. O médico solicitará uma amostra da secreção da vagina ou do pênis. O material é semeado em meios de cultura ou examinado imediatamente após a coleta, pois passado algum tempo os trofozoítos podem perecer, dificultando o exame fresco ou não se reproduzindo na cultura. Para tratar a tricomoníase, geralmente usa-se o fármaco metronidazol (Flagyl).

Conjuntivite causada pela clamídia
Clamídia - O contágio pela bactéria Chlamydia trachomatis provoca inflamação dos canais genitais e urinários. Nas mulheres, pode ocasionar a formação de abscessos (obstruções com dilatação), infertilidade e dores pélvicas. Nos homens pode provocar esterilidade. Pode ser facilmente tratada e curada com antibióticos. Todos os parceiros sexuais devem ser avaliados, testados e tratados. Pessoas com clamídia devem abster-se de intercurso sexual até que elas e seus parceiros sexuais estejam completamente curados, do contrário a infecção pode ocorrer novamente. Ter múltiplas infecções de clamídia pode colocar a mulher sob alto risco de complicações reprodutivas, incluindo infertilidade nas mulheres.


AIDS – Síndrome da imunodeficiência humana (HIV), transmitida por um vírus que destrói as células de defesa (linfócito T), resultando na baixa imunidade do organismo que fica suscetível a outras infecções. Dentre os sintomas iniciais destaca-se: fadiga, febre, distúrbios do sistema nervosos central, inchaço crônico dos gânglios linfáticos, que atuam na defesa do organismo humano e produzem anticorpos, as nossas defesas, e o surgimento de vesículas avermelhadas (bolhas concentradas em vermelhidão) na pele.

Fonte: Portal da Saúde
Imagens: Wikipédia
               G1

8 de mai de 2013

Resgatando a Fauna e a Flora da Caatinga: Palestra com a UERN

Palestrantes: Ismael Fernandes de Melo e José Walter da Silva
Local: Escola Municipal Dinarte Mariz
Hora: 14:00h
Data: 08/05/2013

O único bioma exclusivamente brasileiro de um patrimônio biológico que não pode ser encontrado em nenhum outro lugar do planeta é ameaçado pela sua equivocada e histórica determinação popular de terra improdutiva e seca. Abrigando 178 espécies de mamíferos, 591 de aves, 177 de répteis, 79 espécies de anfíbios, 241 de peixes e 221 de abelhas, a Caatinga (do tupi ka'a [mata] tinga [branca] que significa mata branca). Para entender melhor sobre o assunto os professores de meio ambiente do CEMAD - UERN, Ismael Fernandes e José Walter atentaram sobre o convívio respeitoso do homem com o semi-árido.



Principais características da Caatinga


Fauna em harmonia:  As aves representam o grupo animal com maior número de espécies registradas. São 510 espécies, das quais 15 são endêmicas e 20 estão ameaçadas de extinção, como o jacu verdadeiro e o urubu-rei. A Caatinga ainda guarda muitos segredos sobre a sua fauna, como no caso dos anfíbios, grupo que tem como habitat ambientes úmidos, e que desenvolveram adaptações morfológicas e fisiológicas que lhes permitem sobreviver maiores períodos sem água. Algumas das estratégias dos anfíbios são procurar abrigo em bromélias, escavar e enterrar-se em solos e só sair após as primeiras chuvas, reprodução rápida e explosiva no período chuvoso.

A proteção da fauna está diretamente ligada à proteção dos ambientes. As matas ciliares, por exemplo, são os locais de reprodução de muitos animais, como os répteis e anfíbios, e vêm sendo devastadas. Uma das menores espécies de crocodilianos, o jacaré-do-papo-amarelo (Caiman latirostris), que chega a 1,5 m de comprimento, habita as margens dos riachos e é endêmica da Caatinga. No grupo dos répteis destaca-se a variedade de lagartos, como o camaleão (Iguana iguana) e o teju (Tupinambis tequixim).

Adaptações das plantas: Para sobreviver ao período seco do ano, as espécies vegetais da caatinga desenvolveram estratégias como xerofilia (tolerância a seca), microfilia (folhas pequenas) ou transformadas em espinhos para evitar a perda de água, suculência e presença de raízes tuberosas para armazenamento de água, o que permite a rebrota da planta mesmo após longos períodos de falta de água ou mesmo intervenções humanas.

Transição entre o período seco e chuvoso na Caatinga, um dos fenômenos mais interessantes desse bioma
Aroeira (Myracroduon urundeuva); cumaru (Amburana cearensis); Ipê roxo (Tabebuia impetiginosa)

Medidas urgentes



A preservação é um tema antigo mas pouco valorizado. De forma descuidada a prevenção é esquecida, e atitudes de caráter emergencial se mesclam a uma despreocupação histórica típica do Brasil. É essencial entender a importância da flora e da fauna brasileira para o benefício moderado da sociedade, pois a industrialização maciça nega uma oferta natural presente desde do princípio da vida: aquela de que a natureza provém tudo que precisamos, e sua degradação tem efeitos a curto prazo (e não mais a longo prazo, como se pensava). Solução sempre há. Extensas campanhas governamentais e não governamentais, como projetos de arborização de plantas em extinção, e o aumento das reservas animais aperfeiçoam a intenção, porém, enraizar na cultura é mais eficiente. Metas anuais de conscientização, com pesquisa dos efeitos dessa educação, são feitos e devem ser melhorados, com incentivo público a arborização urbana. É também responsabilidade nossa não permitir que os animais virem contos do folclore e sejam preservados.

Fonte: acaatinga

Vídeo: Youtube

2 de mai de 2013

A Caatinga


Tema: A Caatinga
Data: 02 e 03/05/2013
Local: Escola Municipal Dinarte Mariz
Responsáveis: Direção, supervisão, professores.


Anteriormente acreditava-se que a caatinga seria o resultado da degradação de formações vegetais mais exuberantes, como a Mata Atlântica ou a Floresta Amazônica. Essa crença sempre levou à falsa ideia de que o bioma seria homogêneo (sem grande diversidade), pobre em espécies e sem separações da fauna por alagamentos ou isolamentos naturais, por exemplo, estando pouco alterada ou ameaçada, desde o início da colonização do Brasil, tratamento este que tem permitido a degradação do meio ambiente e a extinção em âmbito local de várias espécies, principalmente de grandes mamíferos, cujo registro em muitos casos restringe-se atualmente à associação com a denominação das localidades onde existiram.

Para aperfeiçoar a capacidade em identificar as plantas de nossa região, as turmas do Infantil ao 5º ano expuseram individualmente, painéis sobre a diferença na paisagem da caatinga ao longo das estações, pinturas, dançaram ao som de "Asa Branca - Luiz Gonzaga"  dentre outras atividades que visaram aumentar a conscientização de preservação da nossa flora.